...devoção à Pachamama

...devoção à Pachamama

Seja bem vindo!!!!

A esta tentativa da humanidade sensível de criar uma comunidade espiritual, solidária e leve...com devoção à Vida, a esta existência como bandeira e a consciência grupal como exercício, seguindo nosso coração como guia...tentando, tentando viver em amor e liberdade.


Lucidor Flores

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

COMPARTILHANDO AMOR DE MAMA...


amados uaikis
nossa mama zulema nos passou a lição do coração florescido e aromado...ah que lindo ensinamento esse...então aproveito e pergunto...como estão seus coraçõezinhos hoje mis amores? parem um minutinho e levem por favor a atenção por um instante ao coração e sintam ele se abrindo como uma grande flor luminosa e super cheirosa...com muito carinho e amor para irradiar...sim amores assim é...somos no nosso ayllu um canal da energia do AMOR, da solidariedade e do carinho e alegria grupal!! lembrem sempre que é dando que se recebe...
então amados, queria contar aqui uma historinha dessa foto com a mama zulema e o táta...sabem estava sonhando com dar continuidade a estas lições com a mama zulema e não sabia como ia fazer...e como nossa amada Pachamama tem ouvidos enormes e é super compassiva...e agora na última visita que fizemos a eles em córdoba, a zulema amada nos presenteou seu caderno de ensinamentos e me pediu que passasse para todos os filhos espirituais como um presente...bah amados, vocês imaginam a alegria desta aprendiz de mama, uauuuuuuuuuuuuuu, eu vibrei de alegria, foi incrível a sincronia...não cabia em mim, fiquei com a boca nas orelhas...sorrindo sozinha e agradecendo a benção deste tão lindo presente!!! Pachamama é demais!!! ah quanto amor e cuidado!!!!
assim, vamos iniciar hoje com um dos ensinamentos deste precioso caderninho...e juntos iremos desfrutando da sabedoria deste ser tão luminoso...nossa Mama Zulema....porque juntos podemos mais!!!!
com ânimo e muito amor os abençoo,
mama isolda

DO QUE EXISTE NO CORAÇÃO, FALA A BOCA...
Já observaste as conversas das pessoas!! Cada um fala do que lhe preocupa, do que deseja, do que ama. E as conversas mais frequentes são sobre dinheiro, negócios, diversões, passatempos. É seu mundo, suas preocupações. Seu coração está assentado, aposentado nas coisas. Parecera que isso é o único que existe. Seu coração construiu seu lar de cifras, ganhos e ambições vaidosas. Existem pessoas que só albergam temores em seu coração, e as conversas são previsões catastróficas e desgraças para todo o lado. Porque não encher o coração de valores mais luminosos, simples e humanos? De valores que o tempo não corroe e nem são comidos pelas traças?
Queres saber o que amas? Olha de que falas e em que pensas. Uma grande desgraça é ter um coração aprisionado pelo dinheiro e as coisas. O coração apegado a coisas mortas. Em que pensas, de que falas mais? Tua boca falará do que amas, do que vivas. E tuas palavras e pensamentos serão a expressão do que existe em teu coração.
Pensa que existem belos entardeceres, a simplicidade das borboletas, os ninhos nas árvores, as cores das flores e do arco-íris, a musicalidade do vento e o perfume dos campos na primavera.
com o coração aromado e florescido,
Zulema Bastos