...devoção à Pachamama

...devoção à Pachamama

Seja bem vindo!!!!

A esta tentativa da humanidade sensível de criar uma comunidade espiritual, solidária e leve...com devoção à Vida, a esta existência como bandeira e a consciência grupal como exercício, seguindo nosso coração como guia...tentando, tentando viver em amor e liberdade.


Lucidor Flores

domingo, 24 de fevereiro de 2013

É belo o voo da alma humana!


Salve amada irmandade, como estão?
Por aqui, hoje, foi dia de semear, de levar nossas sementes aos vizinhos do Vale Sagrado Arco-íris que, como a parábola do semeador, pode ser que tenha encontrado terra fértil, pode ser que tenha encontrado pedregulhos e terra pouco fértil, mas isto nao importa. Importa nosso coraçao anelante de espalhar as sementes...
E tambem foi dia de contemplação, de observar como está tudo cor de rosa... Sim, por aqui há belos e cheirosos lírios cor de rosa com um suave perfume a enfeitar aqui e acolá, nasceram sozinhos a partir de um bulbo e está muito lindo; tambem há as flores rosas de cinco pétalas do Angico que lembra uma orquídea... Ah como está lindo, tudo rosa... 
E na companhia dos meus filhinhos gatos e do vento forte que anunciava chuvas, testemunhamos aves totalmente entregues as correntes, voando relaxadas  sob um fundo de nuvens cinzas carregadas de eletricidade, prontas a verter suas gotas de maravilhosa umidade...
Isto me fez contemplar em como tudo está em equilibrio, as nuvens que confiam na força do vento criando eletricidade para verter a santa chuva sobre a terra, saciando a sede de todas as criaturas, as aves que confiam na presença do vento para plainarem despreocupadas a embelezarem o céu.... Ah amados, se estamos entregues, podemos aprender diretamente da Vida quando se tem olhos  e tempo para contemplar e aprender com o coraçao.
Estar entregue, me parece, é estar em profundo relaxamento e deixar-se levar confiante com o apoio da Vida...O Ser entregue é aquele que aprendeu a confiar na Vida, deixando de querer controlar tudo. Este estado de total confiança se aprende quando a mente é educada a não querer controlar a Vida e, ao ser treinada a entregar-se, a mente relaxa e passa a confiar no apoio da mãe divina e solta-se para que o coraçáo possa voar com as asas do amor e da liberdade. Assim aprendemos a fluir com os ventos a nos conduzir aonde temos que chegar.... Não é da nossa natureza voar, nao fisicamente, mas nossa alma é uma borboleta azul que sabe voar, basta que retiremos todo o peso de suas asas. E como é belo o voo da alma humana!
Desejo-lhes uma feliz semana, véspera de nossa prática dos 21 dias, o abençoado pão espiritual ,que está por ser repartido entre os esforçados filhinhos de Pachamama. Sirvam-se amados, a mesa está posta.
Om Guru Deva Om
com amor os bendigo 
Nuit Sol
Comadre do clã Sandoval

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013